segunda-feira, dezembro 01, 2008

Fundão encorreu mais uma vez os espanhóis

Como acontece todos os anos, à meia-noite de 30 de Novembro para 1 de Dezembro, o Fundão saiu à rua para comemorar a restauração da independência de Portugal de 1640, "encorrer os espanhóis" como lhe chamam por cá.

Cumprindo a tradição, a população começou a concentrar-se frente à Câmara Municipal, envergando bandeiras sobretudo monárquicas (um curioso paradoxo), e acompanhadas por uma banda de música. Nem o frio intenso demoveu as pessoas que, após as 12 badaladas e o ligar oficial da iluminação natalícia da cidade, entoaram em uníssono o Hino da Restauração, saindo depois em arruada atrás da banda pelas ruas da cidade.

Ano após ano, esta é uma tradição que parece ganhar força, recordando uma data da história nacional que contudo, a cada dia que passa, se me aparenta cada vez menos benéfica para Portugal. Bom, afinal, a restauração da independência aconteceu porque o rei espanhol ousou diminuir os privilégios da nobreza portuguesa e para o povo tudo continuou na mesma, mas isso são contas de outro rosário.

É curiosa esta tradição fundanense de recordação desta efeméride, tal como é a arruada que todos os anos acontece à meia-noite de 24 para 25 de Abril, recordando a Revolução dos Cravos.










Para saber mais sobre a arruada e o Hino da Restauração:

O Andarilho
Pedaços de Alcongosta

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...