segunda-feira, dezembro 08, 2008

Subsídio de Fim-de-Semana

Já diz o ditado: "Se um fim-de-semana prolongado agrada a muita gente, dois fins-de-semana prolongados agradam a muito mais". Contudo, este perspectivava-se mais calmo, tendo em conta o facto infeliz de termos tido de adiar a viagem a Gibraltar e o programa alternativo, uma incursão a Penedono (a escolha lógica para quem não vai a Gibraltar e precisa de um programa alternativo), também ter sido anulado devido às condições climatéricas.




Estavamos já preparados para um fim-de-semana de completa inactividade, capaz de rivalizar com o mais paralítico ser do reino vegetal quando, na sexta-feira, o Sr Carteiro surge, qual Frodo Baggins, portando o precioso cheque do Google AdSense. Trata-se do resultado periódico da adesão deste blog ao referido serviço, aliás visível na publicidade que aqui se encontra (para esclarecer dúvidas ler Política de Privacidade).


Perante esta súbita injecção de capital, as perspectivas relativamente a actividades de fim-de-semana tornaram-se subitamente amplas. Obviamente que, desde a primeira hora, a ideia principal foi desde logo organizar uma mega-jantarada mas a ideia de um conjunto de actividades meramente de cunho mundano e de exercício da gula desagradava um bocado.

Por isso, procurando dar um "je ne sais quoi" de cultura ao fim-de-semana, decidimos ir assistir ao Concerto da Orquestra Sinfónica da ESART no Cine-Teatro de Castelo Branco, magistralmente dirigido pelo nosso já conhecido camarada Martin André.


Ficámos de tal modo impressionados pelo concerto, devidamente enquadrado pelos sons oriundos de um folheto mal dobrado que uma senhora insistia em usar vigorosamente como leque e que a cada passagem lhe raspava na manga, que lançámos o repto mútuo de ir assistir a novo concerto ainda nesse mesmo fim-de-semana.


Analisadas as possibilidades e ainda recorrendo ao grande Zé, profundo conhecedor do panorama musical em curso e que sabe reconhecer o apreciador de música que há em cada um, a escolha recaiu no Sábado nos Arbórea, um interessante dueto do Maine com uma música que alterna entre o folk e o espiritualismo que actuou na Moagem.



No Domingo cumpriu-se finalmente o propósito de todas estas manobras de diversão: a mega-jantarada que se reuniu sob o pretexto de assinalar a inclusão do título de "Sra Dra" na correspondência da Nelly e, ao mesmo tempo, de reunir um apreciável conjunto de cobaias para o exercício da experimentação culinária do proprietário do Blog. O momento alto não foi o visionamento da película "O Panda do Kung-Fu" mas sim a dúvida que durante largos minutos se colocou perante uma das decorações das magnificamente saborosas entradas do repasto: o bicho que abocanha a folha de couve é um golfinho ou um pato?

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...